A Associação

História da Associação

EM 27/03/2004, OCORREU A Assembléia Geral Extraordinária da APBRAVA tendo como um dos itens da pauta a extinção ou não da Entidade. Naquele momento, um grupo de pessoas abnegadas formou uma chapa e assumiram a Associação, dispostos a trabalhar em prol da comunidade. Dificuldades de toda a ordem se avolumavam. Começaram as reuniões (diversas), no escritório de um, na casa do outro. Discussões em busca de soluções. Em julho/2004 foi criado o novo Estatuto da Entidade, aprovado em AGE 10/07/2004, que criava o Conselho Consultivo – composto pó 15 membros e 5 suplentes, além do Conselho Fiscal. Documentos poucos, e ainda espalhados na casa de diversos amigos.

As atividades começavam
Reunião com o Ministério Público, Prefeitura, site, complementação da infra-estrutura da praia, iluminação da orla, limpeza da orla, Corpo de Bombeiros, denúncia de utilização de ponteiras, início de negociação com a Segurança Pública; Salva Vidas e heliponto; convênio com a Secretaria de Segurança Pública; locação de veículo com seguro e combustível, aquisição de telefone celular (9608-8108); placas de sinalização; Aqüífero; compromisso com o Ministério Público Estadual para elaboração de estudos para avaliação do aqüífero da Praia Brava. MPE-recomendou a PMF que não autorizasse CONSTRUÇÕES ou ampliações na Praia Brava; criação do logotipo da Entidade; áreas de domínio público; solicitação de gerenciamento para Prefeitura Municipal de Florianópolis; contratação da 1ª funcionária da APBRAVA; compra de equipamentos (computador, telefone, celular...); convênios como CIEE para contratação de estagiários; Projeto Batom; contratação de serviços de limpeza e conservação em parceria com a COMCAP.

2005 – Ações objetivas
Processo Judicial visando o saneamento do balneário; problemas de abastecimento; 1ª vitória da justiça para o problema de saneamento na Praia Brava; Tatuíra – cumprindo convênio com a SSP, a APBRAVA disponibilizou de 20/12/2004 à 15/03/2005 um veículo celta 2004, 4 portas com seguro e vale combustível 1ª locação R$ 3.900,00 + R$ 900,00 de combustível; força tarefa avalia situação da Brava e fecha ponteiras com o objetivo de impedir prejuízos ao lençol d´água da região; anteprojeto do Circuito Brava.

2006 – O Aqüífero da Praia Brava
Eleição do Conselho Diretor/Conselho Fiscal/Diretoria Executiva; estudo do Nível de Impermeabilização do Solo da Praia Brava e relatório de acompanhamento de estudo de geologia (78% da área está impermeabilizada); estudo Hidrogeológico e Hidrogeoquímico do aqüífero Praia Brava (recursos de ordem de 3 milhões podem recuperar o aqüífero da PB); prancha Slade para Salva-Vidas e Rádio comunicador; Casan assume água e esgoto na Brava; Iluminação da orla marítima; 2ª locação de automóvel para segurança; AGE – 17/02/06; contratação de Empresa de Consultoria Ambiental (MMeyer Consultoria Ambiental) para monitoramento da água da orla marítima; pesquisa de opinião. (2007/2008/2009, no próximo Jornal da Brava.)

No Jornal da Brava anterior, relatamos fatos importantes da nossa História, ocorridos no período de 2004 à 2006, mas isso só foi possível porque a partir de 2005 foi lançado este veiculo de comunicação, com o objetivo de divulgar todas as ações que os membros do Conselho da Associação discutem em reuniões periódicas e que posteriormente são executadas. Vamos voltar a onde paramos

2007
Firmamos contrato com a SINASC (Sinalização e Conservação de Rodovias) que imprimiu à Praia Brava um visual novo com saudações de entrada e saída e cumpriu seu papel institucional; convênio com os postos de abastecimento da Rede Raio que permitem ao associado preços diferenciados na compra de combustível e nos artigos das lojas de conveniência; formalizamos contrato com o Escritório Mosimann & Horn Advogados Associados para assessoramento dos assuntos de natureza jurídica da Associação; investimentos na área de segurança com reforma do Posto Policial e colocação de câmeras de monitoramento no portal de entrada da praia; manutenção da Tabela de Contribuição dos associados; participação nas reuniões do Plano Diretor Participativo; Operação Praia limpa uma proposta do Instituto Ecológico Aqualung e a Praia Brava foi a única instituição nacional que apoiou este evento que resultou na coleta de 500 Kg de lixo. Ganhamos, inclusive, matéria na Revista Empreendedor de março de 2007; parceria com o escritório de Advocacia Keller & Gama D’Eça para recuperar as perdas financeiras do contrato de aquisição de linhas telefônicas no período 1985/1987; Estações de Alongamento nas alas Norte e Sul da Av. Tom Traugout Wild foram projetadas e instaladas para os nossos associados; Trilha (Praia Brava – Ingleses) – investimento nesta trilha que contorna o costão sul com comprimento em torno de 1000m, melhoraram a trilha e facilitaram seu acesso; Projeto de Paisagismos – início da execução do projeto de embelezamento dos terminais de acesso à orla e da Av. Tom Traugout Wild.

2008
Eventos buscando consolidar a marca “Floripa é Brava” como a praia dos florianópolitanos; revisão na iluminação Pública; obra interditada na Lateral do Morro da Brava que impediu a construção em área pública; Mirante da Praia – solicitação de autorização de uso/convênio junto a PMF para utilização do Mirante e do Posto Policial; manutenção dos serviços de limpeza e conservação da Trilha, das Estações de Alongamento, do Posto Salva-Vida e do Posto Policial

2009
Liminar contra a CASAN, cancelando a cobrança da tarifa sazonal para os associados da APBRAVA o que deu grande repercussão na mídia e determinou que a CASAN emitisse novas faturas com tarifas normais; Boletim de Ocorrência denunciando transbordamento de esgoto em 4 pontos da praia; reuniões com a Vigilância Sanitária e CASAN solicitando providencias sobre os transbordamentos de esgoto; aquisição Cadeirão para os Salva-Vidas; Limpeza da Trilha; confecção de placas para a orla marítima; revitalização do paisagismo; distribuição de álcool gel para os funcionários dos condomínios associados, Posto Policial, e comércio local; revitalização do Posto Policial; limpeza do Mirante; reforma do Posto Salva Vidas em parceria com o Corpo de Bombeiros; aquisição de alimentação para os Salva-Vidas e Policiais.

Vale lembrar: que de 2005 à 2009 editamos 12 Jornais da Brava para informar nossas atividades ao nosso associados, aos órgãos públicos e diversas outras empresas. Realizamos 25 Reuniões de Diretoria; Assembléias Gerais Ordinárias e Extraordinárias; alteramos nosso Estatuto para tornar nossas atividades mais dinâmicas; prestamos conta da Situação Financeira da Associação.
Enfim temos, hoje, uma Entidade organizada administrativamente e respeitada socialmente, ganhamos força porque trabalhamos para que isso acontecesse e contamos com a colaboração de todos os membros do Conselho Diretor e Fiscal e com o apoio dos associados. Falta consolidar algumas ações como o saneamento básico (água e esgoto), Terminais Turístico, Mirante, a construção da Via de Acesso Rápido, o Ponto Chic da Brava, a passarela da Orla Marítima entre outros.

------
Veja também:
Diretoria da Associação
Estatuto da Associação
Jornal da Brava


Rua Felipe Schmitt, 554 - Sala 204 - Centro / apbrava@yahoo.com.br